Como garantir que seus e-mails serão abertos?

O conteúdo de um comunicado deve ser o responsável por levar as informações mais importantes e necessárias, e portanto deve ter um estratégia clara de comunicação. Mas, quando utilizamos o canal de e-mail é importante lembrar que, a mensagem só será consumida se for aberta. Pensando assim, o título de um e-mail se faz tão importante quanto o seu conteúdo. Quando o assunto é performance de e-mail, saiba que o ‘livro’ vai ser julgado pela ‘capa’. 

Então, se você quer garantir a abertura dos seus e-mails, aqui vão algumas dicas para você otimizar sua comunicação:

Destaque-se na caixa de entrada

Na rotina de trabalho é normal priorizarmos a leitura de e-mails enviados por remetentes específicos, ou temas que já são de nosso conhecimento e requerem agilidade na resposta. Por isso, fazer com que o seu comunicado se destaque, perante os demais, vai fazer toda a diferença entre ficar no esquecimento ou ser lido. 

Para isso, vale utilizar de elementos visuais como emojis, ou configurações de escrita padronizadas para que o leitor consiga diferenciar de outros conteúdos. No Comunica.in, por exemplo, utilizamos um padrão de títulos para envio das nossas Newsletter

  • No caso da publicação resumo do mês utilizamos:[Comunica.in/news] + mês da edição
  • Para a coluna de tendências do nosso CEO: [Comunica.INsights] + tema abordado

Dessa forma garantimos que o leitor compreenda rapidamente qual conteúdo vai encontrar se clicar no e-mail. Essa é estratégia comum para publicações que são recorrentes e esperadas pelo público. 

No caso de conteúdos não periódicos, é interessante que o título desperte a curiosidade do leitor. 

Você pode fazer isso de diversas maneiras. Deixando um spoiler do conteúdo no título, fazendo uma pergunta intrigante que vai despertar no leitor a vontade de descobrir a resposta, gatilho de escassez (muito usado para eventos) mencionando uma contagem regressiva para algo aconteça ou para que uma ação seja realizada pelo leitor. 

Personalize os comunicados

Uma prática interessante para chamar atenção do leitor na caixa de entrada, e gerar proximidade, é utilizar o nome do destinatário no assunto do e-mail. Em várias ferramentas de e-mail você consegue fazer essa personalização de maneira automática, utilizando condicionais. 

Basicamente você vai escrever seu assunto de e-mail e sinalizar o lugar onde a ferramenta irá inserir o nome de cada pessoa da lista de contatos selecionada.  Apesar de ser de amplo conhecimento que esse tipo de personalização não é feito ‘à mão’, ainda sim você terá mais atenção do público com uma abordagem mais humana.

Abuse dos testes

Não existe outra maneira de descobrir quais estratégias são mais eficazes para o seu leitor, a não ser testando. Uma das formas mais interessantes de fazer isso para seus títulos de e-mail, é através do teste A/B. Separe randomicamente, metade da base que vai receber o comunicado e envie com um título A, para a outra metade envie com um título B. Depois, basta você analisar qual dos dois grupos teve o melhor número de abertura, para compreender a preferência do seus leitores. Quanto mais testes você fizer, mais vai entender a audiência.

A partir dos testes você poderá experimentar novas abordagens criativas de título, e entender se existe aderência com seu público.

Envie repiques de comunicação

Às vezes, mesmo quando uma campanha é planejada levando em consideração testes e informações sobre o comportamento do leitor, as taxas de abertura não são boas. Além de um bom título, fatores externos também podem acabar impactando na performance, por roubar a atenção do seu conteúdo. E tudo bem, mesmo em uma situação como essa, você ainda pode salvar sua campanha, fazendo um repique de e-mail. Essa estratégia consiste em filtrar da base os leitores que não abriram o comunicado, e realizar um novo envio, com o mesmo corpo de e-mail, mas usando um título diferente. 

Descubra o melhor horário

Essa é uma dica, que não é necessariamente ligada ao título do e-mail, mas vai ajudar bastante. Por meio de testes, é possível descobrir horários em que a performance dos e-mails é melhor. São momentos do dia em que as pessoas estão mais passíveis de verificar a caixa de entrada de e-mail, e se o seu estiver entre os mais recentes terá mais chances de ser aberto. Existem alguns momentos, popularmente conhecidos, por terem um bom engajamento, como início da tarde (volta do almoço) ou o momento que antecede o horário de trabalho. Você pode começar testando nestes intervalos e pensar quais são outros possíveis momentos em que seu público tem contato com o e-mail. O dia da semana também tem bastante relevância, pense na sua estratégia levando em consideração o calendário de atividades da empresa e rotinas particulares das equipes, que você tenha conhecimento. 

Deixe uma resposta