Porquê a comunicação interna precisa ser um diálogo

Todo diálogo é uma forma de comunicação, mas nem toda comunicação constitui um diálogo. No dicionário podemos encontrar a definição destas duas ações, escritas das mais variadas maneiras, mas em sua essência a comunicação requer que uma mensagem seja transmitida e recebida. Temos dois interlocutores, mas para que o ato seja realizado, apenas um deles precisa falar. E é isso, que muitos enxergam como papel da Comunicação interna: transmissão de informações. 

Não vamos dizer que isso não gere algum resultado, mas acreditamos que o diálogo seja a melhor forma de conduzir. E aqui pontuamos a diferença entre as dinâmicas: para um diálogo acontecer é preciso que ambas as partes envolvidas no processo de transmissão de mensagem, tenham voz e poder de resposta. 

Se  Comunicação Interna tem como um de seus objetivos conectar pessoas, então o mais propício para manter a fluidez na relação é estar sempre em contato com as reações e sentimentos causados por cada informação. E os principais benefícios do fluxo do diálogo são:

Compreender como cada mensagem é percebida

O objetivo de cada comunicado ou campanha, sempre deve ser claro para o estrategista e coerente aos objetivos da empresa. O que significa que, a essência da mensagem vai prevalecer no planejamento. No entanto, a forma como isso será passado para os colaboradores, têm uma infinidade de possibilidades. Entender como o público interage com o fluxo comunicacional poderá trazer insights para a definição de canais, linguagem e formato. 

Para aprofundar mais essa análise, confira este artigo completo sobre criação de conteúdo com base em análise de tendências

Investir em assertividade é uma forma de reduzir o esforço

A partir do conhecimento do comportamento e preferências do público, a construção da estratégia será muito mais orgânica. Apesar de, sempre ser interessante manter uma rotina de testes, o esforço no desenvolvimento de novas estratégias será reduzido se embasado em táticas que já foram utilizadas e foram bem sucedidas.  A equipe ganha tempo de execução para investir em outras tarefas fundamentais, como a mensuração, e a inovação.

Interação como motivador do engajamento

Fomentar a interação, é cultivar o sentimento de pertencimento. As pessoas gostam de saber que fazem parte e que a opinião delas tem valor. É muito comum, encontrar redes sociais de marcas e influenciadores crescem a partir da troca com o público. Dentro das empresas a capacidade de criar comunidade é ainda maior, e pode ser muito mais aproveitada. A interação coloca nas mãos dos colaboradores uma parte da construção do relacionamento, seja ela voltada apenas para feedbacks ou também possibilitando a interação entre grupos internos. Estratégias que reforçam que a comunicação não é unilateral, e sim, uma construção em conjunto.

Troca possibilita evolução constante

As dinâmicas sociais estão em constante evolução. Para se manter relevante a comunicação precisa acompanhar tendências e comportamentos. Ao manter canais abertos para o diálogo com colaboradores será muito mais fácil e rápido notar qualquer mudança, por mais sutil que seja. A Comunicação interna ganha com isso, uma capacidade rápida de adaptação. 

Deixe uma resposta