Canal de e-mail é efetivo? Descubra

Você já fez o seguinte questionamento, para seu time ou foi questionado pela alta gestão:

“Vale a pena enviar comunicados por e-mail? Os colaboradores vão se interessar?”

Com tantas ferramentas de comunicação disponíveis e possibilidades de inovação, é normal ter dúvidas a respeito de um canal que já é utilizado há bastante tempo, e que na maioria das vezes fornece pouquíssimos dados além da lista de destinatários. 

A Gate House, realizou um estudo focado no cenário da Comunicação Interna, com amplitude mundial, participação de mais de 1.000 respondentes de 45 países, lançada no início de 2020. Nesta edição do ‘State of the Sector – the definitive global global survey of the internal communication landscape’, 85% das empresas entrevistadas apontaram o canal de e-mail como ‘efetivo’ ou ‘muito efetivo’. 

Com base neste resultado dá para entender que, sim, empresas pelo mundo afora ainda acreditam no potencial do e-mail.

E o cenário Brasileiro tem uma percepção bem parecida. Hoje o Comunica.In é uma solução utilizada para realizar a Comunicação Interna entre empresas dos mais variados setores de atuação, no total, impactando mais de 150 mil colaboradores diariamente. No ano passado, a solução realizou mais de 1.300.000 envios de comunicados por e-mail, e a média de 72% de efetividade do canal entre todos os clientes.

A verdade é que este canal continua sendo uma das principais fontes de comunicação, mas ele evoluiu já não é mais utilizado com antes. Para continuar relevante e efetivo, é preciso repensar as maneiras de usá-lo.

Nós separamos algumas dicas de otimização de e-mail, que podem ser úteis para melhorar a performance do canal:


1. Não banalize o canal: O uso excessivo do e-mail pode acabar banalizando o recebimento, e fazendo com que os colaboradores percam o interesse em ler. Nossa dica, é de criar editorias e rituais de envio, para que as pessoas possam se familiarizar e priorizar a leitura.

2. Conteúdo atrativo: incluir imagens, vídeos e gifs nos seus e-mails podem facilitar o consumo do conteúdo e despertar mais atenção. Neste ponto também vale analisar a quantidade de conteúdo. Especialistas apontam que e-mails mais curtos tendem a ser mais bem sucedidos. Temos aqui um post completo falando sobre dinamismo na criação de conteúdo, onde você pode ter insights para criar seus próximos e-mails.

3. Horário de envio: O horário faz muita diferença quando se trata de desempenho de e-mails. Existem momentos em que os colaboradores estarão mais focados em suas rotinas e vão acabar deixando a leitura para depois (e pode ser que esse depois, nunca chegue). Não existe um horário que funcione para todo mundo, ele vai variar de acordo com as rotinas da empresa, mas uma dica é tentar enviar na hora de retorno do almoço, quando as pessoas ainda estão voltando ao ritmo de trabalho e não devem ter tantos e-mails na caixa de entrada. 

Mas, olhar apenas para fora não deve ser a resposta que você estava buscando para comprovar que o canal é efetivo dentro da sua organização. Para tirar a prova real, você vai precisar coletar e analisar dados de engajamento.

Existem alguns dados básicos para análise de efetividade de um canal. No caso do e-mail, os mais importantes serão: a taxa de abertura e de cliques. Compreendendo essas duas métricas é possível entender se os e-mails se destacam na caixa de entrada e despertam a curiosidade do leitor. 

Essa análise numérica não pode ser definitiva para ponderar a efetividade do e-mail. Acreditamos que todos os canais tem potencial e devem ser explorados ao máximo antes de serem descartados. Portanto, nossa sugestão é que você inicie testes para otimizar a performance das suas campanhas. 

No mundo do marketing digital, é bastante comum o envio de e-mails em teste A/B. Esse tipo de teste separa randomicamente uma parte da lista de e-mails para receber o conteúdo A e outra parte com o B. Analisando qual das versões teve o melhor desempenho o estrategista vai entender a preferência do público. 

As possibilidades de testes são infinitas, e extremamente úteis para compreender a melhor forma de entregar um e-mail para os colaboradores.

Agora é a hora de você testar na sua empresa! Existem algumas ferramentas que podem ser utilizadas para enviar e-mail e obter métricas, como as que citamos acima. 

O Comunica.in é uma plataforma criada especificamente para Comunicação interna, com três canais disponíveis para envios. Todos os comunicados enviados geram estatísticas de desempenho que facilitam a tomada de decisão e análise de performance. 

Deixe uma resposta